Como amamentar corretamente: desvende os mitos e as verdades

A amamentação é um momento milagroso e esse deve ser um dos únicos consensos sobre o tema, já que cada mãe geralmente ouve e aprende coisas diferentes a todo momento. Com o objetivo de, finalmente, sanar as dúvidas e questionamentos sobre a amamentação, preparamos para você esse guia especial. Para começar, vamos entender um pouco mais sobre a amamentação. Essa ação fortalece grandiosamente a conexão entre mãe e bebê, além de oferecer diversos benefícios incríveis para ambos. Alguns dos benefícios para a mamãe são:

  • Retração mais rápida do útero;
  • Redução das chances de ter câncer de mama, de ovário, de útero e de endométrio;
  • Diminuição do sangramento pós-parto e das chances de desenvolver anemia;
  • Aceleração da perda de peso;
  • Proteção contra doenças e enfermidades como o infarto, a osteoporose e a diabetes tipo 2;
  • Aumento do QI: algumas alterações no cérebro podem até aumentar a sua capacidade de desempenhar tarefas de forma mais eficiente!

vantagens da amamentação para o bebe

As vantagens da amamentação para o bebê são:

  • Maior contato com a mãe;
  • Desenvolvimento do sistema digestivo;
  • Redução das cólicas e sua intensidade;
  • Desenvolvimento contínuo da inteligência durante esse período;
  • Criação de um sistema imune, tornando-o menos vulnerável;
  • Fortalecimento da arcada dentária;
  • Prevenção de doenças como a de Crohn, o linfoma e a diarreia;
  • Os alimentados exclusivamente pelo leite materno nos primeiros 6 meses têm menor probabilidade de ter enjoo, gastroenterite, resfriados/gripes, infecções de ouvido, tórax e candidíase no futuro.

Impressionante a quantidade de benefícios, não é mesmo? Saber de tudo isso dá ainda mais sentido à palavra “milagrosa” utilizada no começo deste post. Inclusive, os profissionais da saúde consideram o leite materno muito mais que nutrição, é também uma intervenção médica. Agora, para desmistificar algumas informações sobre a amamentação, confira o próximo tópico:

Os mitos e as verdades sobre a amamentação

Assim como a gestação, os debates sobre o certo e errado na amamentação são infinitos. Nós aqui da Vilma Mirian procuramos as mais atualizadas informações para te deixar a par de tudo, mamãe. Aproveite!

O bebê está sempre com fome

Mito! Os bebês têm um senso de saciedade muito presente, então eles vão mamar somente até ficarem satisfeitos. Portanto, não precisa ficar preocupada com a falta ou o excesso, só curta o momento e se atente aos sinais do seu anjinho.

O leite pode ser congelado

leite materno congelado

Verdade! O leite materno pode ser congelado até 15 dias sem perder suas características e qualidade nutricional. É muito comum que a mãe produza leite além da necessidade do bebê, então você pode tirá-lo com algum extrator ou bombinha e armazenar. Depois, pode dar ao seu bebê na mamadeira ou doar a um Banco de Leite Humano.

É preciso dar os dois peitos a cada mamada

Mito! A composição do leite não muda de uma mama para outra, então pense mais no seu conforto, mamãe. Esvazie adequadamente um peito e, se o bebê quiser mais, pode dar o outro sem problemas.

Amamentar faz o bebê parar de chorar

Verdade! O ato tem o poder de tranquilizar até os bebês mais agitados – afinal, a hora de papar é sagrada. Isso porque o leite materno libera oxitocina, conhecida como o hormônio do amor. Como o nome sugere, esse hormônio é muito benéfico para o bebê, acalmando-o quase que instantaneamente.

Tem um horário certo para amamentar

Mito! Os bebês, principalmente os recém-nascidos, sentem muita fome. A regrinha das “três em três horas” foi criada para bebês que só tomam fórmula para mantê-los sempre bem alimentadinhos. Então, não existe um horário ideal para amamentar, é só observar se o baby mostra qualquer sinal de fome, como:

  • Agitação maior;
  • Olhar constantemente para os lados;
  • Abrir a boca tentando sugar ou morder algo;
  • Sucção dos dedos ou da mão;
  • Chorar, mas esse é o último sinal da fome! Devemos nos atentar sempre aos anteriores primeiro.

Devo acordar o bebê para mamar

acordar o bebe para amamentar

Depende! Tem bebês que são mais sonolentos que outros, principalmente os Pequenos para Idade Gestacional (PIG), os Grandes para a Idade Gestacional (GIG) e os prematuros. Se perceber que ele precisa desse empurrãozinho para mamar, pode acordá-lo, mas é sempre bom verificar com um pediatra se está tudo certinho.

Posso deixar meu filho ser amamentado por outra mãe

Mito! O melhor leite é o da própria mãe, que conta com os anticorpos necessários especialmente para o seu filho. A amamentação tem grandes riscos de gerar uma contaminação cruzada, então caso não consiga amamentar, procure o Banco de Leite Humano, que garante uma doação 100% segura.

O Banco de Leite Humano não é confiável

Mito! Todo leite coletado pelo BLH é pasteurizado, então não há chances de bactérias sobreviverem. A doação de leite materno é um lindo ato, que pode salvar muitos bebês e ajudar muitas mamães que não conseguem produzir leite. Caso queira e possa doar, basta entrar em contato com o BLH mais próximo de você e manifestar o desejo de doar. Depois, é só preencher um cadastro dando informações sobre o pré-natal e sobre a sua situação atual, alegando se toma algum medicamento, fuma ou se tem algum problema de saúde. Sua atitude será incrível! Prontinho, mamãe! Agora você sabe tudo sobre como amamentar corretamente. Nós aqui da Vilma Mirian esperamos ter te ajudado nessa etapa tão linda e preciosa. Para mais conteúdos sobre a vida de mãe, confira os outros posts especiais que temos para você.

Deixe um comentário